Inicial Fortuna Critica Textos Currículo Contato Criar Edições
 
Opiniões da Crítica sobre Exercício de solidão
 
   

"Em Exercício de solidão bate as asas o grande pássaro da inquietude, do maravilhamento, da denúncia e, principalmente, da solidão e da melancolia. (....) Vale destacar a sua multiplicidade técnica e, sobretudo, a maestria com que certos contos saltam de uma aparente facilidade para o plano extraordinário da arte literária mais sofisticada. E são vários Robertos num só - o que perturba, o que se apieda e o impiedoso, o debochado e o encantado, o lírico, o terno, o que dá asas à ironia e ao humor. Um outro contista desta terra do conto que se chama Curitiba. "Curitiba é um exercício de solidão", diz um de seus personagens. É. Com certeza."

ANDRÉ SEFFRIN

 

 

"O livro é uma definição da província, como fica sugerido pelo desabafo de um personagem: "Curitiba é um exercício de solidão!". São exatamente os seres solitários, identificados a um espaço castrador, que dão unidade de atmosfera aos dez contos que compõem o livro. Neles, vai implícita a própria experiência de Roberto Gomes, escritor quase subterrâneo que, avesso à autopromoção, pôde habitar os forros de uma cidade que tenta controlar a produção literária local. Por ter optado ficar à margem, Roberto conseguiu fazer uma radiografia desta maneira solitária de habitar uma Curitiba impiedosa com os elementos estranhos."

MIGUEL SANCHES NETO

 

   
       

VOLTAR