CRIAR EDIÇÕES


CRÔNICAS

(01.01.2012)

Na cadeira do dentista ou do barbeiro

(18.12.2012)

O tricô e o Vale do Silício

(04.12.2011)

Muito prazer em conhecer - ou: Bertrand Russell e a educação

(20.11.2011)

Tiro aos patinhos - ministros em queda livre

(06.11.2011)

Caminhos de uma noite escura

(23.10.2011)

Leia um livro antes de ou depois de

(09.10.2011)

Cuba antes e depois de Fidel

(25.09.2011)

Os óculos de Eulália

(11.09.2011)

Quando menos se espera

(28.08.2011)

O espírito punitivo das gramatiquices

(14.08.2011)

O canário

(31.07.2011)

O olhar angelical do terror

(17.07.2011)

Coisas da vida literária

(03.07.2011)

A cavalgada das valquírias

(19.06.2011)

A esquizofrenia e o poder

05.06.2011)

Rua XV, o livro das horas

(22.05.2011)

Meu pai não acreditava em bruxas

(08.05.2011)

De abóboras e abobrinhas

(24.04.2011)

Um elefante no meio da rua

(10.04.2011)

Sobre o anjo da guarda

(27.03.2011)

Japão em chamas

(13.03.2011)

A Internet será culpada?

(27.02.2011)

O dia seguinte

(13.02.2011)

Medo de voar e de outras coisas

(30.01.2011)

Duas catástrofes: a natural e a política

(16.01.2011)

O Conde e os otimistas de plantão

(02.01.2011)

As superstições, nossas e de Picasso

(19.12.2010)

Telefonar faz mal à saúde?

(05.12.2010)

Não estranhem os estrangeirismos

(21.11.2010)

A leitura sem fim

(07.11.2010)

Luiz Gonzaga Jr., o notávell moleque

(24.10.2010)

O melhor amigo do homem

(10.10.2010)

Voto e gramatiquices à parte

(26.09.2010)

O homem que lia seu jornal

(12.09.2010)

Quem merece?

(29.08.2010)

As eleições segundo o cego Tião

(15.08.2010)

Sem medo do livro digital

(01.08.2010)

O peixinho no aquário

(18.07.2010)

Vuvuzelas nunca mais

(04.07.2010)

No meio da noite

(20.06.2010)

Opala 1973

(06.06.2010)

Aflições à beira do gramado

(23.05.2010)

Escreva um best-seller e fique milionário

(09.05.2010)

O menino, a menina e a chuva

(25.04.2010)

Normal, demasiado normal

(11.04.2010)

Breviário do(a) Candidato(a)

(28.03.2010)

Viva o Glauco, viva a vida

(14.03.2010)

Velhos chumaços já vividos, agora inúteis

(28.02.2010)

Com um sorriso nos lábios

(14.02.2010)

Hoje tem espetáculo?

(31.01.2010)

Mário Moleque Quintana

(17.01.2010)

Tié era melhor do que Pelé

(02.01.2010)

Cuba - o crespúsculo da revolução

(06.12.2009)

O Macunaíma da vez

(22.11.2009)

John Kennedy e Abraham Lincoln:

as ilusões das semelhanças

(21.11.2009)

Mário de Andrade e a divina preguiça

(08.11.2009)

A inglória peleja dos feromônios

(25.10.2009

O asfalto e a petro-celulite

(11.10.2009)

Fantasias pré-sal e pró-carnaval

(27.09.2009)

Quem será o Ninguém?

(13.09.2009)

Voando em berço esplêndido

(30.08.2009)

Frases famosas que jamais foram ditas

(16.08.2009)

Novela nossa de cada dia

(02.08.2009)

Memórias de papel jornal

(19.07.2009

História imaginária do Brasil

(05.07.2009)

Eles passarão

(21.06.2009)

Os herdeiros de Gutenberg

(07.06.2009)

O jantar do pai primordial

(24.05.2009)

Figurinhas de futebol

(10.05.2009)

Aquiles e a verruga

(26.04.2009)

Questões patafísicas

(12.04.2009

Oração para internautas indefesos

29.03.2009

O Rio é um bordão

(15.03.2009)

Carta mais ou menos aberta

(01.03.2009)

Como destilar memórias sem muita dor

(15.02.2009)

Atônito homem novo

(01.-2.2009)

Outros doidos

(18.01.2009)

Doidos

(04.01.2009)

Poty, Valêncio e um milagre acontecido

(21.12.2008)

Júlia Maria da Costa

(07.12.2008)

Mais do que um retrato na parede

(23.11.2008)

Os segredos do óbvio

(09.11.2008)

Tirem os leitores da sala de leitura

(26.10.2008)

Cadê a esperança que estava aqui?

(12.10.2008)

Naquelles annos aquillo alli era u'a photographia

(28.09.2008)

Vai votar obrigado? Obrigado

(14.09.2008)

Roubando livros

(31.08.2008)

O futuro já era?

(17.08.2008)

É a revolução, cego Tião

(3.08.2008)

Capitu, afinal e finalmente

(20.07.2008)

Que futuro terá o boteco do cego Tião?

(6.07.2008)

Metafísica de botequim

(22.06.2008)

A nobre arte do xingamento

(08.06.2008)

A chuva, o universo e seus desacertos

(25.05.2008)

Um gato, um cão e outros seres humanos

(11.05.2008)

Quando Aristóteles virou autor de auto-ajuda. Ou quase.

(27.04.2008)

Diálogos nada platônicos

(13.04.2008)

E agora?

(30.03.2008)

Como morrem os imortais

(16.03.2008)

Sua Majestade Presidencial

(02.03.2008)

Terto Mirandinha, sexólogo corporativo

(17.02.2008)

Será o Kafka?

(03.02.2008)

Ouça a chuva e desligue o celular

(20.01.2008)

O Manoel, o Carlos e o Karam

(06.01.2008)

Livro em terra de cegos

(23.12.2007)

E se a falsa cultura for a verdadeira?

(09.12.2007)

Zapeando jornais

(25.11.2007)

A cidade e seu improvável livreiro

(11.11.2007)

Futebol e Kant, vejam só

(28.10.2007)

Uma volta na praça

(14.10.2007)

Novos tipos arbitrários

(30.09.2007)

Viajando

(16.09.2007)

Dúvidas cruéis em aplaudir

(02.09.07)

Diário de bicicleta

(19.08.07)

Tem gente olhando

(05.08.07)

O estranho adeus aos inimigos políticos

(22.07.07)

Ouviu a vaia ou a vaia não houve?

(08.07.07)

Todo ex- é definitivo

(24.06.07

Lendo as folhas

(03.06.07)

Habeas corpus e haja paciência

(27.05.07)

Toda entrevista é um parto doloroso

(13.05.07)

Os vários andares do paiol de pólvora

(29.04.07)

Tudo sob controle, mas aquecendo

(15.04.07)

Lições de Juan Domingo Perón

(01.04.07)

Os que falam e não dizem

(18.03.07)

Como curar ataques de gramatiquice

(04.03.07)

Outros fragmentos de memória

(18.02.07)

Luiza me escreve uma carta

(04.02.07)

Cuidado com frases (mal) feitas

(21.01.07)

Milita, vai, milita

(07.01.07)

Máximas e mínimas políticas

(24.12.06)

Bananão, renas e trenós

(10.12.06)

Afinal uma crônica com utilidade pública

(26.11.06)

O Diabo mora na tipografia

(12.11.06)

Grandes desinvenções inéditas

(29.10.06)

Romeu e Julieta reload

(15.10.06)

Escolha seu astro preferido

(01.10.06)

República Corporativa D''Este País

(17.09.06)

A vila é um marasmo só

(03.09.06)

Dispensáveis coisas indispensáveis

(20.08.06)

O amargo pássaro da liberdade

(06.08.06)

O sol, o circo e o espanto

(23.07.06)

O menino Antoine e o Líbano

(09.07.06)

Tão Brasil!

(25.06.06)

Carta aberta aos ouvidos fechados

(11.06.06)

Modéstia deixada de lado

(28.05.06)

Neblina

(14.05.06)

Literatura fantástica e inacreditável

(30.04.06)

O samba do gerúndio doido

(16.04.06)

Lições da bola

(02.04.06)

Passarinho é bicho?

(19.03.06)

O filho de Ariel e outros filhos

(05.03.06)

O carnaval não é aqui

(19.02.06)

Exercícios orientais

(05.02.06)

Lamento informar

(22.01.06)

Da inutilidade de todos os manuais

(08.01.06)

A sinuca, os heróis e os deuses